Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Notícias’

Segundo um estudo recente publicado no  New York Times, o consumo de café está relacionado a menores riscos de demência. Os pesquisadores acompanharam os hábito de consumo de café de um grupo de 1409 pessoas por mais de 21 anos, e concluiram que as pessoas que tomavam de três a cinco copos de café por dia, tinham 65% menos chance de desenvolver algum tipo de demência  (isso já descontando outros fatores de risco, como diabetes tipo 2, pressão alta, etc). Ta, tudo bem, eles também disseram que é um estudo de observação ainda, e que não há como saber se passar a tomar café mais café diariamente passa a proteger alguém, mas, mesmo assim, eu que sou cafezeira confessa (devo sim tomar mais de três copos por dia), fiquei feliz. Mais uma boa desculpa para tomar o meu pretinho de cada dia. Aliás, faltou saber se o café era puro, ou se podia ser com leite, hehe.

E você, gostou da novidade?

Anúncios

Read Full Post »

Recebi esse email de um amigo que está sempre promovendo ações beneficentes em Floripa, achei importante repassar:

Amigos por uma causa

Por mais que evitemos de mandar mails por qualquer motivo, a causa é muito mais importante.

O que para você não custa nada pode
ser muito para quem perdeu tudo.

Muitas entidades se organizaram para recolher e enviar provisões aos desabrigados. Com certeza tem algum ponto de coleta próximo a você ou uma conta para facilitar. Veja no final do e-mail.

Resolvemos colocar algumas especificações para alimentos não-perecíveis e roupas, já que certas necessidades passam desapercebido:

* Muitas famílias perderam fogões, portanto lembrem de incluir alimentos que não necessitem preparo ou possa fazê-lo a frio.
* Água. Água. Água.
A sede mata muito antes da fome e em alguns municípios isso ficou mais raro que no deserto.
* Se você já ouviu a expressão “perdeu até as cuecas”, não esqueça que isso aconteceu literalmente. Inclua roupas íntimas (preferencialmente novas) nas suas doações. Toalhas e lençóis são importantes também.
* Lavem as roupas guardadas
pois eles não poderão fazê-lo.
* Além dos mais de 50 mil colchôes necessários, precisa-se de cobertores e travesseiros
.

Instituto Top Tênis
Rodovia SC-401, 4.100 (atrás do Primavera Garden Center). Fones (48) 3238-5100/9963-8742

Defesa Civil do Estado de Santa Catarina – http://www.defesacivil.sc.gov.br
Rua Dom Joaquim, 601 – Centro. Fone: (48) 3224-0298
Banco do Brasil – Agência 3582-3, Conta Corrente 80.000-7
Besc – Agência 068-0, Conta Corrente 80.000-0.
Bradesco – Agência 0348-4, Conta Corrente 160.000-1
Fundo Estadual da Defesa Civil, CNPJ – 04.426.883/0001-57

FIESC – Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
Rodovia Admar Gonzaga, 2765 – Itacorubi. Fones: (48) 3231-4100/3334-5623
Banco do Brasil – Agência 3425-8, Conta Corrente 21.000-5, CNPJ: 83.873.877/0001-14.

Ação Social Arquidiocesana/Flagelados 2008
Podem entregar em qualquer paróquia da Grande Florianópolis
Banco do Brasil – Agência 3174-7, Conta Corrente 17.611-7
Comunicar por mail asa@arquifln.org.br ou fax (48) 3224-8776

Consulte a lista de locais de doação separados por cidade no SOS SC – clicRBS.

A lembrança da sua solidariedade vai ajudar muitos a esquecer seus sofrimentos.
Fábio Nunes
(48) 9979-9200/7811-3273
Nextel ID: 84*30244 e Skype: fabiofriendssession
http://www.friendssession.com.br

Read Full Post »

Los Angeles está em chamas desde ontem, com incêndios nos arredores de Santa Bárbara e também aqui perto de casa, no noroeste da cidade. O número de casas que sucumbiram as chamas ainda é incerto, mas apenas numa comunidade de trailers (casas móveis) foram 550 casas perdidas para as chamas. Segundo uma matéria no jornal de Los Angeles, são mais de 10.000 pessoas evacuadas de suas residências por precaução. O fogo não faz distinção de classes, e várias mansões também estão sendo atingidas pelas chamas. O ator Rob Lowe disse que escapar de sua casa com seu filho foi como estar vivendo um Armagedom.

As imagens na TV são assustadoras. As ‘brazas’ são levadas pelo vento, atravessando ruas e iniciando novos focos de incêndio.  Há várias rodovias fechadas pois a fumaça e as rajadas de vento cheias dessas ‘brazas’ tornam impossível o transito nessas rodovias. Mesmo as casas que são construídas com material menos suscetível as chamas, como reboco com call e telhas de barro, estão sendo atingidas, pois as faíscas entram pelo sistema de ventilação e queima as casas de dentro para fora.

O mais assustador é a aleatoridade dos incêndios, que uma vez iniciados, são extremamente difíceis de controlar. O famoso vento de Santa Ana (que me lembra o nosso vento sul de Floripa) que tem soprado na região também não ajuda na contenção das chamas. Mas parece que as coisas estão melhorando, mais nenhuma evacuação obrigatória foi estabelecida nas últimas horas. Agora é torcer pra que o vento abrande e os bombeiros consigam pelo menos controlar a situação.

Read Full Post »

Estava aqui navegando e assistindo um programa de noticias da TV a cabo. Como já disse antes, agora tudo são as eleições, então se você assiste ou lê sobre o assunto em um canal, tudo que vier depois vai ser repetição ou outros pontos de vista sobre o mesmo assunto. Dificilmente alguma novidade vai pintar. Por isso fica fácil assistir TV e ao mesmo tempo navegar na web.

Mas, volta e meia alguma notícia últrapassa a barreira das notícias políticas e batidas e te faz dar um pulo da cadeira. A de hoje para mim foi o caso da senhor Edna Jester, de 89 anos de idade, que resolveu, depois de muitas boladas das crianças do vizinho em seu quintal, apreender a bola e acabou presa por isso.

Presa sim, os pais das crianças ligaram para a polícia, que imediatamente foi lá prender a vovozinha, que mostrou espírito e já foi logo avisando que “é melhor me algemar, pois posso reagir ou fugir, vocês não sabem do que posso fazer”. Seria cômico se fosse ficção, mas sendo realidade, e considerando que Edna pode acabar pegando uma pena de 6 meses de detenção ou tendo que pagar uma multa de U$1.000, fica trágico.

A mãe das crianças alegou que ela já pegou várias bolas, e que essa era especial pois o garoto trabalhou para comprá-la. Fico me perguntando se não seria melhor a mãe aproveitar a oportunidade pra ensinar ao a importância de respeitar o espaço dos vizinhos, e pedir aos filhos pra brincarem em outro lugar.

Segundo as leis do Estado de Ohio, Edna não tinha direito de apreender a bola só por que esta acabou em seu quintal. Ao mesmo tempo, também segundo as leis do estado, é crime invadir a propriedade alheia e permanecer nela.  Então, se é uma questão de direito de propriedade, e o direito dos donos da bola tem que ser defendido pela polícia, quem defende o dono da casa, ou do jardim, que está sendo invadido pela bola do vizinho continuamente?

Independente de quem tem razão (mas devo confessar que se fossem meus pais,eu não só ficaria sem bola, mas levaria um bom castigo por incomodar a vizinha), e mesmo consciente de que a moral da história é que precisamos de tolerância em ambos os lados, prender uma pessoa de 89 anos por conta de uma bola me parece tão fora de propósito. Será que estou ficando velha por achar tudo isso uma grande falta de respeito?

Read Full Post »

As Impossíveis divulgaram e estou repassando. No domingo passado (03/08/2008), em Florianópolis, um motorista embriagado atropelou dois ciclistas na SC-402 no norte da ilha. O ciclista Rodrigo Luciannetti, de 34 anos era engenheiro e triatleta e estava treinando para o Ironman, morreu no local, e seu companheiro, Marcelo Occhialini, 37 foi internado em estado grave.

Uma passeata pela vida vai acontecer amanhã (09/08/08), em homenagem a Rodrigo Luciannetti:

“Uma passeata pela vida vai homenagear o engenheiro mecânico e triatleta Rodrigo Lucianetti, 34 anos, no próximo sábado, a partir das 14h, em Florianópolis.

Os manifestantes sairão de bicicleta da UFSC às 12h30min, e do bairro Estreito, ainda sem horário definido. O ponto de encontro será em frente ao restaurante Taikô, na Avenida das Lagostas em Jurerê, às 14h. Depois a passeata segue em direção ao local do acidente, onde será feito um ato público.

O ato começa às 15h, quando será colocada no local uma bicicleta branca, utilizada para representar a violência contra ciclistas no trânsito. A passeata conta com o apoio do Ironmind, grupo de triatlo que Lucianetti integrava e da Associação de Ciclousuários da Grande Florianópolis. (Fonte: ClickRBS-SC)

Read Full Post »

Bom, depois do susto causado pelo primeiro terremoto, finalmente resolvi me inteirar sobre como preparar a casa, o espírito (e, por incrível que pareça, o carro também) para sobreviver a um terremoto. Sim, pois mesmo tendo lido muito sobre os terremotos aqui nessa região, e estando consciente de morar em uma área de alto risco, até então não havia me preocupado muito com o assunto.

Já de cara descobri que fiz tudo errado, hehe!!! Segundo os especialistas, não se deve correr pra fora durante o tremor. O certo é ter uma área segura dentro de cada cômodo da casa casa, embaixo de uma mesa bem resistente, ou uma parede interna que não tenha nada pendurado, e onde nada possa cair em cima de você, e ficar lá até parar de tremer (lembrando de proteger os olhos com o próprio braço), e ai sim, correr pra fora, e procurar um lugar aberto, sem outras construções ao redor, nem cabos elétricos que possam se soltar e atingí-lo.

Infelizmente, constatei que o meu escritório não tem nenhum cantinho seguro! Tem tralha em todas as paredes, minha mesa é praticamente de papel e a mesa da cara metade é de vidro! Sem contar a estante alta entulhada de livros (pesados paca) de cima a baixo! No quarto a coisa é um pouco melhor, além da cama, que segundo as informações que achei pode ser um local seguro (desde que você proteja sua cabeça com o travesseiro e os olhos com o próprio braço), ainda temos uma boa parede sem nada pendurado, UFA!

Com essa pesquisa também descobri que temos que prender na parede os móveis pesados e altos, como estantes e torres de CD, e a própria TV. Além disso, recomenda-se guardar louças pesadas em armários baixos e com tranca. E sempre deixar um sapato e uma lanterna embaixo da cama, junto com umas barrinhas de cereal. Como temos gás natural, também temos que saber onde desligar o registro do gás e da água, para evitar riscos de vazamentos, incêndios e inundações. No carro também é sempre bom deixar lanterna, água, dinheiro extra, e outros itens essenciais, para emergências.

A lista de emergência (e que já faz parte da minha próxima lista de compras), incluí:

– lanternas e pilhas extras (de preferência uma para cada membro da família);

– rádio de pilha portátil;

– kit de primeiros socorros (e manual!);

– água e comida de emergência, ou seja, que você não precise de energia para preparar, como enlatados e barras de cereal (algumas fontes recomendam comida suficiente para 2 semanas sem ajuda, mas acho que isso deve variar com a localidade onde você mora);

– abridor de latas, não elétricos, obviamente;

– dinheiro e cartões de crédio (documentos importantes como passaportes/identidade também, imagino);

– sapatos fortes para andar entre os escombros/entulhos/cacos deixados pelo terremoto.

A cada item que digito da lista, vou me dando conta da gravidade do assunto, mas como não se pode deixar paralisar, o jeito é tentar estar o mais preparado possível, e torcer sempre pelo melhor.

Para maiores informações sobre como se preparar para um terremoto, veja as sugestões da FEMA (Agência Americana de Gerenciamento de Emergências), infelizmente, não achei nada em português. Não creio que seja uma questão apenas de tradução dos manuais americanos, já que nossas construções são muito diferentes no Brasil, geralmente de alvenaria em contraste com a madeira usada por aqui, então deixei a lista do kit de sobrevivência apenas, pois esse é básico, e serve para qualquer tipo de desastre.

Tomara que nunca precisemos usá-lo!

Read Full Post »

Hoje, terça-feira, dia 29 de Julho de 2008, experimentei meu primeiro terremoto, 5.8 de magnitude, epicentro há alguns bons quilômetros daqui, mais ao sul de Los Angeles.

Ele chegou de mansinho, confundi seu efeito com o balançar que minha mesa costuma fazer quando digito muito rapidamente, então levei alguns segundos para perceber que a coisa era um pouco mais séria. Constatado que era mesmo terremoto, sai correndo para o batente da porta do escritório, onde a gente, supostamente, deve ficar para se proteger. Em uma avaliação mais cuidadosa, e lá se vão mais alguns preciosos segundos, concluí que aquele batente não ia sustentar é nada, e corri em direção a porta da rua, que fica no andar térreo. Chegando lá, o tremor já havia passado, de prova que o evento realmente havia acontecido, só o leve ondular das persianas.

Corri para o telefone, mas o celular estava fora do ar, a internet tao pouco funcionava, e fiquei assim, com aquela vontade louca de contar pra alguém o acontecido e sem poder falar com ninguém (não temos linha telefônica normal). Mas, desconecta fio aqui, conecta novamente alí, e voilá, a internet estava de volta, e estou aqui, contando pro mundo da minha experiência.

Segundo as notícias até o momento, o pior foi mesmo o susto. Para mim, o pior foi perceber o tempo que levei para me dar conta do que estava acontecendo, preciso me antenar! Outra hora posto aqui as precauções possíveis para quem vive em terras em movimento.

Read Full Post »

Older Posts »